origem
Domingo, 12 de Setembro de 2010

Capítulo Dezasseis

Olá!

Primeiro quero avisar que este capítulo contém cenas um pouco para o quente.

Dedico este capítulo á Marta.

Uma leitora que desde começou a ler , comentou sempre. E adoro os  comentários dela, são muito fofos.

E porque é simplesmente uma excelente escritora....

Beijos

Espero que gostem

 

 

 

 

 

Já nos encontrávamos dentro do meu quarto, ofegantes pelos beijos que dávamos. O meu corpo reagia de uma forma, que nunca imaginei que fosse possível. As minhas pernas, que até agora estavam entorpecidas de estar sempre sentada, tremiam de cima a baixo, sem nunca parar. O meu coração, despedaçado até á poucos minutos, palpitava com uma força descomunal.As minhas artérias doíam,por causa da força a que o sangue as atravessava. Os pulmões estavam doridos, de tanto trabalhar, para eu poder respirar a meio dos beijos calorosos que dávamos. Os meus membros posteriores, anteriormente cansados de folhear as folhas velhas do livro “Romeu e Julieta”, ganhavam vida própria.Os meus olhos estavam humedecidos pelas lágrimas derramadas, lágrimas que eram de alegria e felicidade. A minha garganta, soltava sons equivalentes a gemidos cheios de prazer. Sons que faziam com que desejasse ainda mais Jake.

Algum tempo depois, ele interrompeu o nosso momento distanciando-se do meu corpo, colocando-se encostado á mesa que se encontrava junto á janela.

  • Nessie...- sussurrou- acho melhor, não continuarmos. Não quero dar mais razões aos teus pais...

  • Jake … - interrompi-o. Aproximei-me dele, colocando a minha mão no seu abdómen- Eles não nos vão separar mais. Eu não aguento mais uma separação. Os meus pais terão de compreender, que tomei as minhas próprias decisões, e que tenho idade para isso.

  • E que decisões foram essas?- provocou.

  • Ficar contigo, para sempre. E , sinceramente, quero lá saber das condições do meu pai. Sei que será pior assim, mas...

    De repente uns lábios rosados e quentes tocavam nos meus, com uma urgência nunca antes vista. A sua respiração doce e quente juntamente com a língua, invadiam a minha boca, que fervia de desejo pelos seus lábios. Um gemido, desabrochou da minha garganta , quando ele me beijou o pescoço, agora esticado para lhe dar mais espaço.As suas grandes e quentes mãos , percorriam o interior da minha camisola, fazendo com que tremores de prazer invadissem o meu corpo. Podia sentir o desejo que se apoderava ao pouco dos dois.

Fiquei inebriada, com o cheiro amadeirado que eu tanto gosto, a emanar do seu corpo musculado e quente.

As minhas mãos amarravam o seu cabelo, para o juntar mais a mim. Os meus lábios deixaram os dele, atacando o seu pescoço e o peitoral. As minhas mãos, agora, massajavam a sua barriga musculada.

Subitamente, Jake colocou-me em cima da mesa, colocando-se entre as minha pernas. Retraiu a minha camisola, que pedia para ser retirada urgentemente. Amarrou-me a cintura e atacou os meus lábios com urgência. Ele estava-me a enlouquecer.

Sem esperar mais, levei-o até a minha cama. Sentei-me em cima da sua cintura, logo comecei a formar um trilho de beijos pelo seu fantástico abdómen, até que cheguei aos calções. Retirei-os sem vergonha alguma. Com as minhas mãos, fui explorando o seu corpo. Jake estava a ficar um quanto impaciente. Sorri quando ele suspirou profundamente.

  • Calma meu amor...- sussurrei ofegante- … temos toda a noite.

  • Nessie estás-me a levar ao auge da loucura.

Sem aguentar mais , rebolei os nossos corpos, fazendo com que ele ficasse sobre mim. Sem demorar tempo algum, Jake retirou a minha roupa interior, sendo a única coisa que nos separava completamente.

Ele olhou para mim com os olhos de quem pedia licença. Abanei a cabeça de forma a que ele percebesse a minha resposta afirmativa.

Sem demoras, Jake colocou-se entre as minhas pernas, e num movimento um quanto rápido e firme, invadiu o meu interior.

Uma dor aguda, possuiu o meu corpo, fazendo com que um fino grito se forma-se na minha garganta. Mas logo essa  foi substituída  pelo prazer, que nos tornava numa só alma.

Com movimentos calmos e prazerosos, mostravamos , agora de forma completa , o amor que nutrimos um pelo outro.

A meio de beijos, mordidas e abraços senti um prazer caloroso a invadir a minha medula espinal. Gemi, junto ao seu ouvido. Jake amarrou a minha cintura, e encostou os seus lábios aos meus.

  • És a minha vida..Nessie- disse Jake ofegante, ao fim de ter atingido ,prazer juntamente comigo.

    Não conseguia dizer nada. O meu peito subia e descia de forma rápida, tornando-se assim impossível de tentar alguma coisa.

    Devagar, Jake deitou-se ao meu lado. Por impulso coloquei a minha cabeça, no seu peito nu. Murmurando coisas que não tinham nexo algum.

Quando, finalmente, reencontrei a minha voz sussurrei no seu ouvido.

  • Amo-te Jacob Black.- resfoleguei- Obrigado, por me teres proporcionado a melhor noite da minha vida.

    Dei-lhe um beijo quente e apaixonado. Encostei a minha cabeça no seu peito, adormecendo de imediato. Embrenhada com o seu odor, os meus sonhos tornavam-se nos melhores que tive até hoje.

estou : sozinha :(
ouvi: Within temptation- stand my ground
escrito: Drica às 14:18
link do post | favorito
De tammy_love a 13 de Setembro de 2010 às 23:57
Eu ameei Drica ficou lindo.....
Até pareci que estou vendo a cena.....rsrsrs
Perfeito msmo.... euu estou achando que ela
vai ficar grávida.....acerteeeii......
Bjokas


De Drica a 14 de Setembro de 2010 às 00:24
olá....
oBRIGADO...MAS AINDA NÃO PENSEI MUITO NISSO...
mas talvez quem sabe :)
Espera por mais capítulo, mas agora que penso melhor não ea não vai ficar grávida...


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




.quem sou?

.pesquisa...

 

.Abril 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


.já escrevi

. Informações

. Capítulo Trinta e Oito

. Capítulo trinta e sete

. Capítulo trinta e seis

. Capítulo Trinta e Cinco

. Capítulo Trinta e Quatro

. Capítulo Trinta e Três

. Capítulo Trinta e Dois

. Primeiro Ano!

. Novo Visual

. Capítulo Trinta e Um

. Capítulo Trinta (parte 2)

. Capítulo Trinta (parte I)

. Capítulo Vinte e Nove

. Informações

.arquivos

. Abril 2012

. Dezembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010